GASTROL 10PAST LUPER

Cód. 1 029 650
R$ 7,22
Ver planos de pagamento search

GASTROL 10PAST LUPER É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE UM MÉDICO OU UM FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. MEDICAMENTOS PODEM CAUSAR EFEITOS INDESEJADOS. EVITE A AUTOMEDICAÇÃO: INFORME-SE COM O FARMACÊUTICO.

COMPOSIÇÃO: Cada pastilha contém: Hidróxido de magnésio..............................................................................................................185mg. Carbonato de cálcio.................................................................................................................. 231,5mg. Hidróxido de alumínio.................................................................................................................178mg. Excipientes q.s.p.......................................................................................................................1pastilha. Sorbitol, manitol, amido, dióxido de silício, macrogol, povidona, sacarina sódica, estearato de magnésio, aroma de menta piperita, aroma de abacaxi, mentol, hipromelose, metilparabeno, propilparabeno, cloreto de benzalcônio e ciclamato de sódio. INDICAÇÃO: Como antiácido no tratamento sintomático da hiperacidez gástrica e suas complicações. Na úlcera péptica. CONTRAINDICAÇÃO: Este produto é contraindicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula. Este medicamento é contraindicado nos estados edematosos, nas nefrites, na alcalose, na albuminúria e nas anemias. A terapia com carbonato de cálcio é contraindicada em pacientes com hipercalcemia preexistente, hipercalciúria em pacientes com dieta pobre em fósforo, inclusive por hiperparatireoidismo, em neoplasias ou sarcoidose, em pacientes com doença renal ou desidratação, pelo risco de desenvolverem calcinose. O hidróxido de alumínio e hidróxido de magnésio são contraindicados em pacientes com doença renal, incluindo insuficiência renal e insuficiência renal grave. Deve ser usado com cautela em pacientes com insuficiência renal leve a moderada, devido ao aumento do risco de hipermagnesemia e em pacientes idosos. O hidróxido de alumínio/hidróxido de magnésio não são recomendados para pacientes com colite ulcerativa, que pode ser agravada pelo efeito laxante do magnésio contido nos antiácidos. Hidróxido de alumínio/hidróxido de magnésio não são recomendados para pacientes que serão ou foram submetidos à colostomia, ileostomia, ou que apresentam diverticulite, uma vez que aumentam o risco de desenvolver um desequilíbrio eletrolítico. Este medicamento é contraindicado para uso por pacientes com insuficiência renal.